Comprar vs. Adotar

Sempre tive muitos cachorros em casa, muitos mesmo. Houveram muitos anos em que o número padrão de cachorros em casa era 5. Hoje em dia diminuímos este número para 3, mas mesmo assim, não diminuímos o amor por eles. TODOS foram adotados. Alguns eram de raça, mas a maioria, vira-lata.

Creio que a maioria já deve ter tido pelo menos um cachorro vira-lata na vida, então falo aqui aos que nunca tiveram: SE DEEM A OPORTUNIDADE DE TER UM! Um cachorrinho vira-lata é tão carinhoso quanto um cachorro de raça, e tão inteligente quanto também. Adoro gatos, mas nunca tive um por causa dos cachorros (sempre tem um dos cachorros que não se dá bem com gatos… se bem que no fundo confesso que sou mais uma pessoa de cachorro do que de gato!), porém acredito que o que eu falei valha para todos eles.

Para adoção: Mel

Para adoção: Mel

Vejo todos os dias no facebook vários posts sobre adoção de bichinhos, cada vez mais e mais casos de abandono, descaso, descuido, e o pior, maus-tratos aos pobrezinhos. Até quando?! Creio que cabe também uma conscientização sobre o castramento dos animaizinhos, que ajudaria muito toda essa situação.

Mas, voltando ao papo de adoção, sonho em dia ter um Golden Retriever, mas como pensar em desembolsar uma grana preta para ter um sendo que tantos outros vira-latas (lindinhos e fofinhos!) estão PRECISANDO de um dono sem cobrar nada por isso?

Para adoção: Izadora

Para adoção: Izadora

Por isso, antes de pensar em pegar um cãozinho/gatinho, nunca descartem a possibilidade de adotar. Passem no centro de zoonoses de sua cidade  (ou em algum dos vários outros centros de adoção), quem sabe lá você não irá se identificar com um cãozinho/gatinho e voltar feliz para casa sem pagar nada?!

É claro que o processo não é (e nem deve ser) tão simples assim. No caso do centro de zoonoses e na maioria deles, se você se interessar por algum bichinho, você será entrevistado para garantir que “o animal será adequado ao espaço físico e à composição familiar da nova casa. Da mesma forma, é avaliada a capacidade da família em suprir as necessidades do animal, garantindo seu bem estar.” – afinal, o bichinho tem que ir para um lar bacana! 😉

AMO os animais e me parte o coração ver qualquer um sofrer. Os meus au-aus são minha paixão… acho que nada pode descrever a felicidade que sentimos quando chegamos em casa e somos recebidos com uma festinha NÃO IMPORTA QUAL SEJA O DIA. ❤

Quem sabe assim o mundo muda um pouquinho e um dia eu posso começar a pensar em ter um Golden?! 🙂

Coloquei neste post alguns dos au-aus que estão para adoção no momento, vocês podem encontrar mais informações no blog do site da Pedigree – Adotar é tudo de bom. E quase me esqueço de colocar fotos das minhas au-aus! Lhes apresento:

Quinha

Quinha

Pepê

Pepê

Lucy

Lucy

Outros links relacionados:

Um beijo,
Ka

Anúncios